Dicas para comprar a sua passagem aérea para o Canadá!

HEAD_DICAS (1)

Tenho uma confissão: eu não segui meu calendário de planejamento!! Comprei as passagens antes do prazo. Na minha defesa, era uma super oferta. Ainda assim, foi tudo bem planejado. Vou explicar aqui como analisamos tudo para fazer essa decisão.

Captura de tela 2016-04-29 às 22.59.10.png

Primeiro, vamos por parte. Antes de falar no nosso caso, falo sobre o que você deve atentar na hora de comprar a passagem:

Preço: Quase sempre as passagens saindo de São Paulo e do Rio são mais Captura de tela 2016-04-29 às 23.32.42baratas. Contudo é importante que avaliar certinho se compensa comprar trechos separados. Se você comprar uma passagem separada até essas cidades, provavelmente você terá que pagar excesso de bagagem, já que a franquia internacional (2 malas de 32kls) não se aplica em trechos nacionais (1 de 23 kl). Calcule bem se vale a pena (todos os casos que eu fiz as contas, não valia).

A média de preços saindo de Santa Catarina para Vancouver (por Florianópolis ou por Navegantes), ida e volta, é em torno de R$3.800 (sem taxas) para vôos com até 42 horas de duração. Por Joinville estava ainda mais caro, vi preços mínimos de R$6 mil! Acompanhando todo esse tempo, vi que em fevereiro os preços estavam no máximo 200 reais mais baratos. Antes disso estavam o mesmo preço de agora. Em alguns casos, o trecho só de ida estava mais barato, custando uma média de R$3.400

Há um mês atrás achei a melhor promoção que eu vi em sete meses olhando frequentemente os preços: R$1.700, com taxas, ida e volta saindo de Navegantes. Não compramos porque era muito cedo. A tal promoção, saindo de São Paulo, tinha cinco escalas com três Cias diferentes operando os trechos.

Tempo da Viagem: O ideal seria que a viagem durasse o mínimo que pode durar. Mas não é Captura de tela 2016-04-29 às 23.35.46bem assim. Para conseguir um preço melhor, muitas vezes você vai ter que fazer mais escalas. Sem contar que se você não é sortudo de morar em uma cidade que tenha vôo pros EUA ou pro Canadá, você ainda conta com aquela linda escala doméstica, que pode ser de 12 horas. Aqui nós sabíamos que mesmo se a gente fosse pegar a passagem mais cara com menos escalas, não iríamos encontrar nada com menos de 24h de vôo. É só calcular pelo trecho mais rápido, com apenas uma imigração.

  • 1 hora de SC a SP
  • 11 horas de SP a Toronto
  • 5 horas de Toronto a Vancouver

São 16 horas de vôo. Coloque mais as horas de conexão e a imigração aí no meio e temos um dia na estrada no mínimo. Na verdade, qualquer coisa abaixo de 36h é lucro quando se está procurando uma passagem barata, para ser sincera.

Conexões: Evite trocas de aeroporto! Fique bem atento a isso. Já passei por casos de viagens que me deram 2h30 entre um vôo e outro. O problema? Tinha que sair de Congonhas – meu vôo chegava às 18h-  e ir para Guarulhos – meu vôo saía às 20h30. Não dava nem o tempo que eles pedem para chegar antes de embarcar, imagina se eu conseguiria atravessar São Paulo, às 18h, em menos de 30 minutos para conseguir embarcar. Nunca!

Então, evite complicações que podem aparecer no futuro. Sempre pegue vôos que você no máximo vai trocar de aeronave.

Tempo de migração: Me assustei com as diversas conexões feitas dentro dos EUA e do Canadá que possuem menos de uma hora e meia entre o tempo em que a pessoa desce e embarca. Por exemplo, vi uma conexão que você sai do Brasil e chega em Nova York. De lá, o próximo vôo saía em uma hora e dez minutos para Vancouver – ou seja, 70 minutos para  desembarcar, passar pela imigração americana e correr para embarcar no próximo avião. Meio impossível, né?  Bem, eu não confio muito nisso, não… Acho super arriscado. Talvez seja neurose, mas acho que duas horas de intervalo entre um vôo e o outro é o mínimo para você fazer tudo “tranquilamente”.

Não esqueça que se for passar pelos EUA você precisa de visto!

No próximo post eu falo como foi o nosso caso.

PS: Dica de amiga, NUNCA COMPRE SUBMARINO VIAGENS! Me incomodei horrores com submarino! Eles fizeram uma cobrança indevida e nunca me ressarciram. Sem contar que o sistema deles na maioria absoluta das vezes não permite você marcar seu acento em vôo internacional. Daí o que acontece? Se você viaja em dupla (ou mais) você pode até estar no início da fila do check-in, mas dificilmente vai conseguir lugares juntos. Hoje em dia todo mundo marca antes e só você vai ficar para marcar na hora.

Digo por experiência. Comprei pelo Submarino uma viagem para Las Vegas, era uma super promoção e fui reencaminhada pelo site Melhores Destinos. Não apenas o valor cobrado foi diferente do combinado, mas tive que viajar todos os trechos separada do meu marido. Como tenho medinho de avião, foi horrível! Não recomendo mesmo. Além de ser “roubada”, não marcarem meu lugar, ainda tive um atendimento péssimo por parte da empresa.

Advertisements